Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Podolski: um contrato chorudo para colocar o Japão na frente da China

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Alcides Freire

Podolski, de 32 anos, foi formado no Colónia, tendo passado depois por Bayern Munique, Arsenal, Inter Milão e Galatasary.

© Kyodo/REUTERS

Lukas Podolski considera como uma "grande mudança" a sua transferência para o Vissel Kobe, da liga japonesa, depois de duas épocas no Galatasaray, da Turquia. "É uma grande mudança. Sei que é o campeonato mais forte da Ásia e estou decidido a ajudar a minha equipa", afirmou Podolski, na conferência de imprensa de apresentação na formação nipónica.

A duração do contrato e as verbas envolvidas não foram divulgadas, mas, segunda a imprensa, Lukas Podolski, que em 2016 anunciou a decisão de deixar de representar a seleção alemã, poderá auferir anualmente uma verba a rondar os 4,5 milhões de euros.

Desde a sua criação, em 1993, a liga japonesa tem atraído algumas estrelas do futebol mundial, como o brasileiro Zico e o inglês Gary Lineker, mas, entretanto, foi "ultrapassada" pela milionária liga chinesa.

"Espero que esta chegada seja um novo começo para a J-League. Espero que graças a ele (Podolski), mais estrelas venham", afirmou o proprietário do clube, Hiroshi Mikitani.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon