Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Polícia abre inquérito por ataque terrorista na Finlândia

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/08/2017 Administrator

O homem que esfaqueou mortalmente duas pessoas na sexta-feira em Turku, no sudoeste da Finlândia, é um cidadão marroquino de 18 anos, anunciou hoje a polícia, que abriu um inquérito por terrorismo.

"O ataque foi inicialmente classificado como homicídio, mas durante a noite, recebemos informações adicionais que indicam que as infrações criminais são agora homicídios com intenção terrorista", declarou a polícia finlandesa em comunicado.

As autoridades identificaram formalmente o suspeito, "um cidadão marroquino de 18 anos", sem fornecerem mais pormenores sobre ele.

Logo a seguir ao ataque, a polícia deteve em poucos minutos o principal suspeito armado com uma faca, ferindo-o a tiro numa perna, numa praça do centro de Turku, cidade portuária no sudoeste da Finlândia, pouco depois das 16:00 locais (14:00 de Lisboa).

O homem feriu mortalmente duas pessoas e o número de feridos foi revisto em alta, passando de seis para oito, três dos quais se encontram internados nos cuidados intensivos.

As duas pessoas mortas pelo atacante eram finlandesas e, entre os feridos, há um italiano e dois suecos, precisou a polícia, que anunciou hoje ter detido cinco pessoas numa rusga a um apartamento da cidade de Turku durante a noite, no âmbito da investigação aos esfaqueamentos.

"Temos agora seis suspeitos sob custódia, o principal suspeito e mais cinco", declarou o comissário Markus Laine, do Departamento Nacional de Investigações.

"Estamos a investigar qual foi o papel das outras cinco pessoas, mas não temos ainda a certeza de que estejam relacionados [com o ataque]. Vamos interrogá-los e poderemos depois dizer mais. Mas eles estiveram em contacto com o principal suspeito", acrescentou Laine.

Em junho, os serviços de segurança finlandeses (Supo) aumentaram em um nível a sua avaliação do risco de ataque terrorista, anunciando ter identificado atividade do grupo 'jihadista' Estado Islâmico que poderia ter a Finlândia como alvo.

O risco, até então considerado "fraco", é agora "elevado", o segundo nível mais grave numa escala de quatro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon