Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Polícia do Quénia dispersa novas manifestações da oposição

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/10/2017 Administrator

A polícia queniana dispersou hoje com gás lacrimogéneo várias centenas de apoiantes da oposição no centro de Nairobi e em Kisumu (oeste) que exigiam uma mudança na liderança da comissão eleitoral (IEBC).

Além dos protestos na capital Nairobi e no bastião da oposição de Kisumu, realizou-se uma manifestação de cerca de 500 apoiantes na cidade portuária de Mombaça, que decorreu calmamente.

Os protestos foram convocados pela aliança da oposição, cujo líder Raila Odinga vai enfrentar o Presidente Uhuru Kenyatta na repetição das presidenciais a 26 de outubro.

O Supremo Tribunal do Quénia ordenou a repetição da eleição após anular o escrutínio realizado em agosto e ganho por Kenyatta, devido a irregularidades e ilegalidades na contagem dos votos.

Odinga disse que não participava nas novas eleições sem grandes reformas na comissão eleitoral.

Hoje em Kisumu, centenas de manifestantes gritaram "Chiloba tem de sair", numa referência a Ezra Chiloba, diretor executivo da comissão eleitoral apoiado pelo partido no poder.

Para Kenyatta, os pedidos dos manifestantes são "irrealistas".

Num comunicado divulgado hoje após um encontro com responsáveis da IEBC, um grupo de embaixadores ocidentais, incluindo Robert F. Godec, dos Estados Unidos, exortou o partido no poder e a oposição a serem "razoáveis nos seus pedidos" em relação à comissão eleitoral.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon