Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Polícia morreu em atentado suicida contra comissariado na Argélia

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/08/2017 Administrator

Um polícia morreu hoje na Argélia quando um suicida fez explodir o seu cinto de explosivos junto ao quartel-general da polícia em Tiaret, a cerca de 350 quilómetros a sudoeste de Argel, anunciou a agência oficial APS.

Segundo a mesma fonte, que cita a Direção Geral da Segurança Nacional, o suicida, armado, foi impedido de entrar no complexo do quartel-general por um polícia que se lançou sobre ele e morreu na explosão.

Trata-se da segunda tentativa de atentado suicida contra um edifício da polícia na Argélia desde o início do ano.

Em fevereiro, o grupo extremista Estado Islâmico reivindicou um ataque suicida falhado contra um comissariado em Constantine, a cerca de 430 quilómetros a leste de Argel.

Também neste caso, um suicida tentou entrar no edifício, mas foi impedido pelos tiros de um polícia que fizeram explodir o cinto que trazia.

Apesar de ter sido aprovada em 2005 uma Carta para a Paz e Reconciliação, para tentar ultrapassar o problema da guerra civil que causou 200.000 mortos durante os anos 1990, grupos islamitas armados continuam ativos na Argélia, sobretudo no leste e sul do país. Tomam como alvos sobretudo as forças de segurança.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon