Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Polícia russa anunciou a libertação dos opositores presos no sábado

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/10/2017 Administrator

A Polícia russa anunciou hoje a libertação de todos os opositores presos no sábado durante uma jornada nacional de protesto, que coincidiu com o 65.º aniversário do Presidente Vladimir Putin.

Segundo fontes policiais, citadas pela agência noticiosa Efe, foram detidas 136 pessoas, metade das quais foram acusadas de perturbar a ordem pública, e deverão ser presentes a tribunal nos próximos dias.

O maior número de detidos -- 56 - ocorreu na cidade de Yaroslavl, que elegeu para o parlamento o líder da oposição Boris Nemtsov, assassinado em fevereiro de 2015, numa rua de Moscovo.

A cidade de São Petersburgo, epicentro dos protestos, 38 pessoas foram detidas pelas Polícia, noticiou a Efe.

Fontes da oposição, por seu turno, afirmaram à Efe que foram detidas cerca de 300 pessoas, 68 delas em São Petersburgo, onde ocorreram os incidentes mais violentos.

O líder da oposição, Alexei Navalni, não pôde participar nos protestos por estar a cumprir uma pena de prisão de 20 dias.

Alexei Navalni mostrou-se satisfeito com os protestos, tendo-se contabilizado 36 atos de protesto legais e 26 não autorizados, o líder oposicionista anunciou ainda que faria todo o possível para oferecer assistência jurídica aos detidos.

Os dois protestos nacionais anteriores convocados este ano por Navalni reuniram dezenas de milhares de pessoas e levaram à detenção de cerca de mil manifestantes, quase todos em Moscovo e São Petersburgo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon