Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Porque não acreditar e fazer história?", pergunta Daniel Ramos

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/08/2017 Alcides Freire

O Marítimo, treinado por Daniel Ramos, empatou esta quinta-feira, sem golos, com o Dínamo de Kiev na primeira mão do play off da Liga Europa

Altos e baixos: "É evidente que quando se joga contra uma equipa destas, é natural que se esteja uns momentos por cima e outros não. Acho que é de salientar a grande imagem que deixámos neste jogo em termos daquilo que eu disse que podíamos nos superiorizar e acho que nos superámos, na vontade, na atitude, na crença, com a ajuda da nossa massa associativa."

Lutar: "Nunca desistimos, nunca demos lances por perdidos. Fomos sempre uma equipa que tinha em mente a baliza adversária, nem sempre da melhor forma, mas sempre determinada, na procura de contrariar e, ao mesmo tempo, aproveitar o que nos era concedido."

© HELDER SANTOS

Amargo e doce: "Acaba por saber a pouco atendendo a toda essa alma que deixámos em campo e que podia, com uma pontinha de sorte, ter caído para o nosso lado. Do outro lado, uma boa equipa, que também teve as suas oportunidades e também criou dificuldades. Pareceu-me ter sido um jogo bastante agradável de se seguir."

Resultado e eliminatória: "Deixa em aberto, mas também aumenta o grau de dificuldade, porque sabemos que o Dínamo é uma equipa muito forte em casa. Contudo, a grande vantagem foi não ter sofrido golos, o que leva um empate com golos a dar para nós."

Eliminatória: "Vamos discutir o resultado, sabendo que, com 0-0, dá uma maior vantagem ao Dínamo, mas estamos na luta e quem chega ao primeiro jogo e deixa esta imagem, porque não acreditar e fazer um segundo jogo da mesma forma, conseguir fazer um resultado positivo e fazer história?"

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon