Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Portugal com cinco alterações frente à Nova Zelândia

Logótipo de LusaLusa 24/06/2017
GEORGI LICOVSKI/EPA © EPA / GEORGI LICOVSKI GEORGI LICOVSKI/EPA

São Petersburgo, Rússia, 24 jun (Lusa) - A seleção portuguesa de futebol vai defrontar hoje a Nova Zelândia, na Taça das Confederações de futebol, com cinco alterações no ‘onze' inicial, com destaque para a recuperação de Eliseu e a ausência de Cédric Soares.

Eliseu ultrapassou a síndroma gripal que o impediu de treinar na sexta-feira e, em São Petersburgo, vai ser o defesa esquerdo de Portugal, no lugar do lesionado Raphael Guerreiro.

Nas bancadas do Estádio Krestovsky, ao lado do jogador da Borussia Dortmund vai estar Cédric Soares, que vai falhar o duelo da terceira jornada do Grupo A por precaução, com uma mialgia numa coxa. O lado direito da defesa portuguesa será preenchido por Nelson Semedo, que se vai estrear no torneio dos campeões.

O selecionador Fernando Santos operou uma revolução a meio campo, com William Carvalho e André Gomes, até agora totalistas, a darem lugar a Danilo e Ricardo Quaresma, respetivamente.

Adrien também vai ficar sentado no banco de suplentes, regressando João Moutinho ao ‘onze'. O jogador do Mónaco vai somar a sua 100.ª internacionalização pela seleção portuguesa.

Na frente, Cristiano Ronaldo vai voltar a fazer dupla com André Silva.

Portugal vai assim alinhar na baliza com Rui Patrício, tendo à sua frente um quarteto defensivo composto por Nelson Semedo na direita, Eliseu à esquerda e Pepe e Bruno Alves no centro.

No meio campo, Danilo será o jogador mais recuado, atrás de João Moutinho, Bernardo Silva e Ricardo Quaresma. O ataque pertence a Ronaldo e André Silva.

O Nova Zelândia-Portugal está agendado para as 18:00 (16:00 horas de Lisboa) e terá arbitragem do norte-americano Mark Geiger.

LG // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon