Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Portugal estreia-se a publicar em conferência de microarquitetura de computador

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/10/2017 Administrator

Três investigadores "conseguiram a primeira publicação portuguesa na prestigiada conferência internacional sobre microarquiteturas de computadores", a MICRO, anunciou hoje a Universidade de Coimbra (UC).

Com "uma investigação realizada na área de processadores (microchips) otimizados para inteligência artificial, os investigadores Pedro Duarte, Gabriel Falcão e Pedro Tomás conseguiram a primeira publicação portuguesa na prestigiada conferência internacional sobre microarquiteturas de computadores", afirma a UC, numa nota enviada hoje à agência Lusa.

Os três investigadores -- Pedro Duarte e Gabriel Falcão, da UC, e Pedro Tomás, da Universidade de Lisboa (UL) -- desenvolveram uma nova ferramenta (software), que permite "analisar de forma automática um programa e gerar um processador otimizado".

O processador, que tem uma "área de chip muito reduzida e menor consumo energético", pode ser usado em chips reconfiguráveis do tipo Field-Programmable Gate Arrays (ou FPGA na sigla original em inglês), explicita a UC.

A nova tecnologia que conduziu à obtenção desta ("há muito tempo") ambicionada publicação "permite desenvolver hardware utilizando uma abordagem próxima do desenvolvimento típico de software", sublinham os investigadores, citados pela UC.

"Daí resultam grandes vantagens, nomeadamente ao nível do aumento da comunidade de utilizadores, que tipicamente consiste em programadores convencionais, que não possuem conhecimentos ao nível do desenho de microcircuitos para conceberem os processadores de forma manual", acrescentam.

O artigo foi apresentado em Boston, EUA, durante a conferência MICRO (que se realizou entre os dias 14 e 18), cuja taxa de aceitação de artigos é muito competitiva, rondando os 15%, e que apenas publica cerca de 50 artigos por ano.

Com os investigadores portugueses, participaram na conferência equipas de outras universidades como o MIT (Massachusetts Institute of Technology), CMU (Carnegie Mellon University), Stanford, California, Michigan, Austin Texas, Columbia, Minnesota, North Carolina State University, Penn State, Illinois, e Universidade de Toronto, entre outras, e de empresas como a Intel, IBM, NVIDIA, Google, Qualcomm, Oracle e Samsung, refere a UC.

A investigação agora publicada resulta de uma tese de mestrado, orientada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC (FCTUC) por Gabriel Falcão (Instituto de Telecomunicações/UC) e Pedro Tomás (INESC-ID/IST/UL), ambos docentes nos respetivos Departamentos de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores.

O orientando, Pedro Duarte (primeiro autor do artigo), formou-se em engenharia eletrotécnica e de computadores, na FCTUC, com média de 18,4 valores e "é atualmente um bem-sucedido hardware design engineer na Xilinx Inc.", em Dublin, Irlanda.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon