Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Portugal Inovação Social investe 11,5 ME em 38 projetos de combate a problemas sociais

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Administrator

Lisboa, 05 julho (Lusa) -- Mais de 11 milhões de euros vão ser investidos em 38 projetos inovadores que visam combater problemas sociais, como o desemprego, a exclusão social ou o desperdício alimentar, no âmbito do programa Portugal Inovação Social, foi hoje anunciado.

O programa Portugal Inovação Social é uma iniciativa pública nacional, pioneira na Europa, que tem como objetivo promover a inovação e o empreendedorismo social em Portugal através da mobilização de Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, no âmbito do Portugal 2020.

Os 38 projetos que agora recebem 11,5 milhões de euros de financiamento europeu estão a desenvolver respostas como a inclusão social de reclusos, através da sua participação na criação de uma ópera e da gestão de um novo espaço dentro da prisão dedicado às artes performativas, ou a promoção da inclusão social dos daltónicos, adianta o promotor do programa num comunicado enviado à agência Lusa.

O acompanhamento e a realização de sonhos de crianças em estado de saúde grave por jovens universitários, uma nova metodologia para combater o autismo, com vista a "reduzir radicalmente" a sua incidência, a promoção de competências digitais nos jovens para combater o abandono escolar e promover a sua empregabilidade e o desenvolvimento de um modelo integrado de apoio ao idoso que pode ser controlado remotamente são outros projetos apoiados pelo programa.

A iniciativa divulga, no comunicado, "os resultados positivos" que tem alcançado no âmbito dos três instrumentos de financiamento - "Capacitação para o Investimento Social", "Parcerias para o Impacto" e "Títulos de Impacto Social" -- que, sob sua gestão, visam apoiar projetos de inovação social em Portugal.

No primeiro período de candidaturas foram submetidas ao instrumento "Capacitação para o Investimento Social", 168 candidaturas válidas, correspondendo a 7,85 milhões euros, das quais 81 candidaturas são do norte do país, 72 do centro e 15 no Alentejo, segundo um primeiro balanço da iniciativa, ainda está a analisar as candidaturas.

No caso dos instrumentos "Parcerias para o Impacto" e "Títulos de Impacto Social" já foram concluídos o primeiro período de candidaturas e aprovações, refere o comunicado, sublinhando que no total serão investidos 11,5 milhões de euros.

Deste montante, 8,5 milhões de euros são assegurados por fundos europeus, através do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, e três milhões por investidores sociais.

Destes projetos de inovação social, 35 vão ser financiados através do instrumento "Parcerias para o Impacto", que apoia o desenvolvimento de projetos de inovação e empreendedorismo social, financiando 70% do projeto, sendo o restante assegurado por investidores sociais.

Os três projetos restantes serão financiados através do instrumento "Títulos de Impacto Social", que apoia projetos de inovação social alinhados com prioridades de política pública.

Neste caso, os investidores sociais financiam o projeto, sendo integralmente reembolsados se os resultados sociais previamente contratualizados forem alcançados.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon