Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Portugal não tira o sono a Vidal: "O adversário é indiferente"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/06/2017 Hugo M. Monteiro

Médio da seleção chilena considera que a partir do momento em que se atingem as meias-finais de uma prova, torna-se indiferente o nome do adversário.

© REUTERS/Darren Staples

Arturo Vidal não tem preocupações extra por ter Portugal pela frente nas meias-finais da Taça das Confederações. Depois do empate (1-1) com a Austrália, que ditou o segundo lugar do grupo para o Chile, o médio fez uma curta antevisão ao duelo de quarta-feira com a equipa das Quinas, em Kazan, sem olhar ao nome do adversário.

"Na verdade, quando se chega a uma meia-final ou final, o adversário é indiferente. O importante é jogar como treinamos e dar o máximo, como temos feito sempre, tentar ganhar e ser campeões", afirmou o jogador do Bayern de Munique, que classificou o encontro deste domingo, frente à Austrália, como "muito complicado".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon