Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Portugal procura as "meias" num duelo nunca visto

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/06/2017 Hugo Monteiro

Seleção portuguesa de futebol procura este sábado confirmar o apuramento para as meias-finais da Taça das Confederações no primeiro duelo de sempre com a Nova Zelândia.

A seleção portuguesa de futebol procura este sábado confirmar o apuramento para as meias-finais da Taça das Confederações no primeiro duelo de sempre com a Nova Zelândia, na terceira e última jornada do grupo A.

Em São Petersburgo, no Estádio Krestovsky, Portugal vai entrar em campo com o estatuto de super favorito e com a certeza de que o triunfo dará automaticamente acesso à próxima fase do torneio dos campeões e, provavelmente, o primeiro lugar do agrupamento.

Mesmo que, à mesma hora, o México vença a Rússia no outro jogo do grupo, os campeões europeus conseguem assegurar a liderança do grupo se tiverem melhor goal average ou mais golos marcados que os mexicanos.

O maior problema do selecionador Fernando Santos aparece no lado esquerdo da defesa, em que já sabe que não vai poder contar com Raphael Guerreiro, que saiu lesionado do jogo com a Rússia (1-0), enquanto Eliseu está com um síndrome gripal e não treinou na sexta-feira.

© SERGEI ILNITSKY/EPA

O técnico de 62 anos deverá aproveitar para efetuar algumas alterações e sobretudo refrescar a equipa, já que o encontro com os neozelandeses será o terceiro em apenas sete dias.

Rui Patrício, Cédric Soares, Pepe, William Carvalho, André Gomes e Cristiano Ronaldo foram utilizados a tempo inteiro nos primeiros dois jogos e poderão ser poupados por Fernando Santos.

João Moutinho, que não foi opção em Moscovo, prepara-se para somar o seu 100.º jogo pela seleção nacional, enquanto Nani, que também não defrontou a Rússia, pode igualar Fernando Couto no terceiro lugar da lista dos mais internacionais, com 110.

Portugal vai iniciar a terceira e última jornada do grupo com quatro pontos, os mesmo que o México, enquanto a Rússia tem três e a Nova Zelândia não tem nenhum, estando já impossibilitada de chegar às meias-finais.

O Nova Zelândia-Portugal está agendado para as 18h00 (16h00 de Portugal continental) e terá arbitragem do norte-americano Mark Geiger.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon