Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PPM pede demissão de diretor de Desenvolvimento Agrário das Flores e Corvo

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/07/2017 Administrator

O PPM anunciou hoje a entrega de um projeto de resolução no parlamento dos Açores a recomendar a exoneração do diretor de Desenvolvimento Agrário das Flores e Corvo, que responsabiliza pelo "serviço irregular" da veterinária, acusação rejeitada pela tutela.

"A médica veterinária colocada na ilha do Corvo está novamente a prestar um serviço irregular e não permanente na ilha. Este facto está a prejudicar gravemente os agricultores da ilha do Corvo e a economia local", refere um comunicado do partido.

No documento, o PPM, que tem um dos 57 deputados na Assembleia Legislativa Regional, recomenda a exoneração do diretor dos Serviços de Desenvolvimento Agrário das Flores e Corvo "por incompetência e má gestão", referindo que o Governo Regional, do PS, "tem conhecimento do mau funcionamento e age com cumplicidade".

À agência Lusa, o deputado do Partido Popular Monárquico, Paulo Estêvão, eleito pelo círculo do Corvo, afirmou ter recebido queixas de agricultores, impossibilitados, por exemplo, de fazer abate de animais.

"A médica veterinária não está a desempenhar as funções na ilha e nas suas ausências não é substituída", referiu Paulo Estêvão, assinalando que o problema "tem vindo a acentuar-se, com as ausências a serem por um maior período de tempo".

O parlamentar acrescentou que "o diretor autoriza as ausências, pelo que com o projeto de resolução se vai ver a legalidade deste tipo de autorizações e como estas afetam o serviço público".

Contactada pela Lusa, a Secretaria Regional da Agricultura e Florestas dos Açores, tutelada por João Ponte, fez saber que "refuta as acusações contra o diretor dos Serviços do Desenvolvimento Agrário das Flores e Corvo, até porque a pessoa em questão iniciou funções recentemente".

"O Governo Regional continua empenhado em ter serviços de qualidade nas áreas da sua competência em todas as ilhas", garantiu a secretaria, sublinhando que, relativamente ao desempenho do serviço de veterinária no Corvo, "tem sido integralmente cumprido em estreita articulação com o poder autárquico, e associações e cooperativas do setor".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon