Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Prática fotográfica de Fernando Guerra na arquitetura revelada ao "raio-x" no CCB

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Administrator

A prática fotográfica de Fernando Guerra, na área da arquitetura, primeira paixão antes de se licenciar nesta área, vai ser revelada ao "raio-x" numa exposição que é inaugurada na terça-feira, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

De acordo com o Centro Cultural de Belém (CCB), a exposição intitula-se "Fernando Guerra - Raio X de uma prática fotográfica", e será inaugurada nesse dia, às 19:00, na Garagem Sul - Exposições de Arquitetura.

Com curadoria de Luís Santiago Baptista e do fotógrafo Fernando Guerra, a exposição apresenta uma prática fotográfica que responde à evolução técnica do campo da fotografia nas últimas décadas, marcada essencialmente pela afirmação dos novos meios digitais.

Esta exposic¸a~o "apresenta o trabalho autoral de Fernando Guerra atravessado por uma cartografia da atividade do escrito´rio FG+SG, convocando o seu arquivo de imagens e evidenciando os seus processos de produça~o", refere um comunicado do CCB.

"Mostrando a obra fotográfica e os seus modos de fazer, a prática de Fernando Guerra é assim exposta como que submetida a um Raio X", reforça o comunicado do CCB.

Fernando Guerra tem acompanhado a produc¸a~o arquitetónica contemporânea e as suas reportagens fotogra´ficas são habitualmente difundidas a uma escala global, através da plataforma virtual "Últimas Reportagens", que "constituem um ponto de vista privilegiado sobre a arquitetura de hoje".

Após terminar a licenciatura em Arquitetura, Fernando Guerra foi trabalhar para um atelier em Macau e, sempre que podia, saía com uma câmara Leica, em busca de imagens das pessoas e do seu quotidinao.

Regressado a Portugal em 1998, foi desafiado pelo irmão e também arquiteto Sérgio Guerra, e começou a fotografar arquitetura, fundando ambos a empresa FG+SG, que tem hoje uma prática fotográfica premiada e reconhecida internacionalmente, na área da arquitetura.

No ano passado, Fernando Guerra venceu o Prémio do Público da plataforma norte-americana 'online' Architizer A+, especializada em arquitetura, com as imagens da sede do Parque Natural da Ilha do Fogo, em Cabo Verde.

Em 2015, foi o vencedor da edição do prémio de fotografia Arcaid Images.

A dupla Fernando e Sérgio Guerra (FG+SG) tem trabalhado com arquitetos como Álvaro Siza Vieira, Manuel Mateus, Manuel Graça Dias, Gonçalo Byrne e João Luís Carrilho da Graça, Márcio Kogan, Isay Weifeld, Arthur Casas, Pei Cobb Freed.

Era também um colaborador regular da arquiteta de origem iraquiana Zaha Hadid, que morreu em 2016.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon