Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PR brasileiro Michel Temer diz que privatizações não visam cobrir défice fiscal

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/08/2017 Administrator

O Presidente do Brasil, Michel Temer, disse hoje que o objetivo do plano de concessões de empresas públicas para a iniciativa privada, anunciado pelo Governo esta semana, não é cobrir o défice do país, mas permitir investimentos.

"Escolhemos 57 projetos que vão tornar o Brasil mais moderno e nos ajudarão a eliminar a crise que tanto nos prejudicou nos últimos anos. Com essa medida, convenhamos, corajosa, nosso objetivo não é cobrir o défice fiscal, mas criar empregos, gerar renda [rendimento] e oferecer um serviço de melhor qualidade à população", disse Michel Temer.

A declaração, publicada num vídeo nas redes sociais, foi uma defesa do amplo pacote de 57 privatizações de empresas públicas, incluindo parte da gigante do setor elétrico Eletrobrás, que gerou polémica.

A oposição e alguns especialistas criticaram a extensão do plano, alegando que o dinheiro será usado pelo Governo para gerar rendimentos líquidos e alcançar metas ficais e apenas cobrir o rombo das contas públicas.

Projeções oficiais do Governo brasileiro indicam que o país terminará o ano de 2017 com um défice de 159 mil milhões de reais (42,5 mil milhões de euros).

Segundo Michel Temer, o dinheiro arrecadado com o plano de privatizações será investido no que "realmente importa", ou seja, saúde, segurança, infraestrutura e educação.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon