Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente da Federação Espanhola de Futebol demite-se dos cargos na UEFA

Logótipo de LusaLusa 27/07/2017 Pedro Sousa Pereira

Nyon, 27 jul (Lusa) – A UEFA anunciou hoje que o vice-presidente Angel Maria Villar, preso em Espanha por suspeitas de corrupção, se demitiu do cargo de vice-presidente e da Comissão Executiva da organização.

FERNANDO VILLAR/EFE © EPA / FERNANDO VILLAR FERNANDO VILLAR/EFE

Segundo a agência EFE, Angel Villar, presidente da Federação Espanhola de Futebol e que se encontra em prisão preventiva, demitiu-se através de uma carta dirigida ao presidente da UEFA, Aleksander Ceferin.

“Ele apresentou a demissão como vice-presidente da UEFA e de membro da Comissão Executiva, com efeito imediato”, pelo que “já não exerce funções oficiais”, disseram à EFE fontes oficiais da organização.

“O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, aceitou a carta de demissão de Villar e agradeceu-lhe pelos muitos anos de serviço prestado ao futebol europeu. Tendo em conta os procedimentos judiciais em curso, em Espanha, não temos mais comentários sobre o assunto”, acrescenta a organização.

O presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) foi detido no dia 18 deste mês.

PSP // SB

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon