Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente da Guiné Equatorial reconduzido direção do partido mandato sem limite

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/07/2017 Administrator

O Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, foi reconduzido na direção do Partido Democrático da Guiné Equatorial (PDGE) para cumprir um mandato com "duração indeterminada", por ocasião do 6.º congresso ordinário desta formação partidária.

"O presidente fundador do PDGE, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, é o presidente do PDGE por uma duração indeterminada", declarou o secretário-geral do partido, Jeronimo Osa Osa Ecoro, ao ler uma das resoluções do congresso na televisão nacional.

A reunião partidária, que se realizou na capital económica do país, Bata, entre 04 e 06 de julho, foi dominada pela profunda crise económica que afeta a Guiné Equatorial.

As resoluções do congresso dececionaram todos os prognósticos sobre a sucessão de Obiang na direção do partido, uma vez que era generalizada a expectativa de o seu filho, Teodorin Obiang, a ser julgado em França no caso dos designados "bens mal adquiridos", fosse indicado para suceder ao seu pai.

Teodoro Obiang, de 74 anos, também continua, depois do congresso, a ser o candidato do partido à eleição presidencial de 2022.

Este conclave partidário reuniu 13 mil congressistas e coincidiu com o 31.º aniversário da fundação da organização.

O presidente da Guiné Equatorial é o líder africano que há mais anos está no poder, tendo sido reeleito em 2016, com 93,7% dos votos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon