Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente de São João da Madeira quer integrar Milheirós de Poiares no concelho

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/10/2017 Administrator

O presidente da Câmara de São João da Madeira, Jorge Sequeira, anunciou hoje a intenção de integrar a freguesia de Milheirós de Poaires no concelho, visto que "os milheiroenses manifestaram a sua vontade inequívoca de pertencer" à cidade.

O candidato pelo PS, que venceu com maioria o concelho mais pequeno do país, dedicou as primeiras palavras do discurso de tomada de posse às vítimas dos incêndios em Portugal, assumindo "o compromisso de colocar os recursos disponíveis da cidade às autarquias afetadas que os solicitem".

O autarca prestou ainda homenagem aos bombeiros voluntários da cidade que estiveram presentes nos fogos de Arouca, Vagos, Castelo de Paiva e Vale de Cambra, antes de frisar a importância da Proteção Civil.

"A proteção civil municipal é uma responsabilidade legal do presidente da camara. Responsabilidade que assumirei com especial vigor e atenção, determinando a intensificação de ação de formação e prevenção e criação, na nossa cidade, de uma verdadeira cultura de proteção civil", assegurou.

Jorge Sequeira, que lidera agora um executivo composto por cinco vereadores do PS e dois da coligação PSD/CDS, deixou ainda "um reconhecimento sincero" ao presidente cessante, Ricardo Figueiredo, pelos "serviços relevantes que prestou", não apenas em seu nome, mas "em representação do município", destacando ainda a decisão política que tomou de não se recandidatar a um novo mandato.

Demonstrou ainda disponibilidade para ouvir propostas que ajudem o concelho "independentemente da sua origem, filiação partidária ou convicção ideológica", revelando que, durante o mandato, vai dar prioridade á educação "com uma Assembleia Municipal Jovem, uma hora de exercício físico por dia para os alunos do 1.º ciclo e um balcão municipal de troca de manuais escolares e um Erasmus municipal".

"Uma cidade mais simples e transparente. Implementaremos o simplex municipal e pugnaremos para que a nossa cidade figure no topo das cidades mais transparentes do nosso país, desvendando aos nossos cidadãos a atividade e os atos do município. Já na próxima semana serão dados os primeiros passos para a adoção de um código de conduta aplicável ao presidente da camara, aos vereadores e funcionários do município", explanou.

Outra das "lutas" do novo autarca passa pela "fixação dos jovens na cidade", pretendendo criar "incentivos à compra de habitação", e criando "uma nova centralidade urbana" na zona do Outeiro", acrescentando que vai "promover a cidade na concorrência que a mesma trava" com outros concelhos.

Anunciou ainda o plano "idoso ativo", a adoção de "um plano individual de reabilitação para os sem abrigo", renovação de equipamentos desportivos, criação "da Casa da Memória", e ainda prometeu salvaguardar "o interesse público na gestação das Águas de São João".

Antes de terminar, garantiu ser "uma pessoa autónoma e livre, que não estará ao serviço de nenhum interesse privado e que decidirá as questões que se lhe colocarem unicamente de acordo com o interesse geral".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon