Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente do Barcelona vai a tribunal por corrupção no negócio Neymar

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/04/2017 Hugo M. Monteiro

Recurso interposto por Josep Maria Bartomeu foi rejeitado pelas instâncias judiciais espanholas.

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, vai a julgamento no âmbito de um processo de alegada corrupção, que envolve a contratação do futebolista brasileiro Neymar ao Santos, anunciou esta quinta-feira o Supremo Tribunal de Espanha.

© EPA/Alejandro Garcia

A decisão surge após o recurso interposto por Josep Maria Bartomeu ter sido rejeitado pelas instâncias judiciais espanholas, que entendem haver indícios de que o presidente do Barça infringiu a lei na contratação de Neymar.

Josep Maria Bartomeu desempenhava funções de vice-presidente à data da contratação de Neymar, que chegou a Barcelona em 2013, com "responsabilidades de gestão no âmbito desportivo", ao mesmo nível que o então presidente, Sandro Rosell.

Bartomeu e Rosell, de acordo com o auto em que são indiciados pelo crime de corrupção, tiveram participação nos contratos fraudulentos realizados em 2011, sem deles darem conta ao Santos e ao fundo DIS, responsável por 40 por cento dos direitos federativos de Neymar.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon