Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente do Benfica pede intervenção do Governo no futebol português

Logótipo de LusaLusa 05/08/2017 Ricardo Carvalho

Lisboa, 05 ago (Lusa) – O presidente do Benfica pediu hoje a intervenção do Estado e do Governo, com vista à criação de uma “entidade independente e credível” que regulamente áreas em que seja necessária independência total face aos clubes do futebol português.

Em discurso proferido durante o almoço oficial antes da Supertaça Cândido de Oliveira, que se disputa hoje entre o Benfica e o Vitória de Guimarães, Luís Filipe Vieira anunciou também a aposta na formação de uma equipa de futebol feminino.

“Impõe-se por isso, que talvez tenha chegado o momento das entidades oficiais, do Estado e do Governo chamarem a si, a procura do encontro de uma solução que permita, que seja uma entidade independente e credível a regulamentar e gerir as principais áreas que requerem independência e autonomia face aos diferentes competidores”, disse o presidente do Benfica.

Para Luís Filipe Vieira, a nova entidade deverá ser capaz de “impor regras claras e transparentes”, algo que, segundo o presidente benfiquista, não tem sido possível “porque existe quem tem pactuado com este conjunto de situações - pela sua inércia e incapacidade para reagir”.

“A violência verbal, o clima de intimidação e ameaças, as suspeitas levantadas sobre todos os agentes desportivos, o absurdo de se ver um clube desprestigiar a principal competição nacional e de fazer pública exibição de informação supostamente roubada a outra sociedade desportiva - tudo isto é lamentável”, denunciou.

Perante o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Fernando Gomes, o líder do clube lisboeta observou que “está à vista de todos quem tem alimentado este clima, para justificar a falta de resultados (...) numa escandalosa política de terra queimada de tudo denegrir”.

MÁRIO CRUZ/LUSA © LUSA / MÁRIO CRUZ MÁRIO CRUZ/LUSA

Luís Filipe Vieira salientou a emergência do futebol feminino, como uma nova área em franca expansão, revelando que o Benfica está a estudar a criação de uma equipa, mas com a preocupação de não agir “de uma forma abrupta, meramente comprando títulos”.

“Naturalmente, o Sport Lisboa e Benfica está muito atento a este crescimento. Iniciámos um rigoroso processo de estudo e análise sobre a eventual entrada do nosso clube no futebol feminino. Estamos a analisar e em breve anunciaremos o nosso modelo de adesão respeitando os princípios atrás referidos”, anunciou.

RPC // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon