Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente do clube de equipa envolvida em acidente na A1 diz não haver "situações graves"

Logótipo de LusaLusa 11/02/2017 Paula Lagarto
Carlos Barroso/LUSA © LUSA / Carlos Barroso Carlos Barroso/LUSA

Lisboa, 11 fev (Lusa) – O presidente do clube de andebol Passos Manuel, ao qual pertence a equipa que sofreu hoje um capotamento na auto estrada número 1, informou não haver “situações graves” no acidente ocorrido esta manhã na zona de Aveiras de Cima.

Em declarações à Agência Lusa, José Emídio indicou ter a informação que “aparentemente não há situações graves” entre as vítimas do acidente e que aguarda mais “avaliações das autoridades hospitalares”.

As jogadoras partiram esta manhã de Lisboa, com destino ao Porto, onde iriam competir com o Académico FC, num jogo da 1.ª divisão feminina do campeonato nacional de andebol.

O capotamento do autocarro ao quilómetro 78 da A1, provocou pelo menos 21 feridos ligeiros, de acordo com o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM)

Fonte do INEM referiu que no local estão 27 ambulâncias e duas viaturas médias de emergência e reanimação.

Na página da internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil informa-se, pelas 12:30, que para esta colisão rodoviária foram deslocados 114 operacionais e 51 viaturas.

O Comando Geral da GNR tinha precisado que o acidente ocorreu pelas 11:25, estando a condicionar a circulação nos dois sentidos da A1.

Fonte da corporação referiu que o pesado de passageiros circulava no sentido sul-norte, mas que, com o despiste, passou para a faixa contrária.

A circulação no sentido sul-norte está a fazer-se pela berma, enquanto no outro sentido decorre pela via mais à direita.

PL // PJA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon