Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente do Irão considera "ignorantes e absurdas" as palavras de Trump na ONU

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

O Presidente do Irão, Hassan Rohani, considerou hoje "ignorantes e absurdas" as palavras de Donald Trump na Assembleia Geral da ONU e disse que o seu país irá cumprir o acordo nuclear, mas reagirá "com determinação" se este for denunciado.

Rohani, que discursava na Assembleia-Geral da ONU, considerou que a "retórica de ódio" e as "acusações ridículas e sem fundamento" do Presidente dos EUA vão contra os princípios das Nações Unidas.

"Nós não enganámos ninguém, não fomos desonestos", disse o Presidente do Irão relativamente ao acordo nuclear de 2015, acrescentando que o seu país "responderá com determinação" a qualquer violação do mesmo.

"Seria uma pena se o acordo fosse destruído por novos bandidos na política internacional", disse Rohani, referindo-se a Donald Trump.

Estas declarações surgem depois de o Presidente dos EUA ter dito, durante a sua intervenção na mesma sessão, que o acordo nuclear do Irão é "uma vergonha".

"O acordo pertence à comunidade internacional e não a um ou dois países", sublinhou Rohani.

Para o Presidente do Irão, "ao quebrar os seus compromissos internacionais, a nova administração dos EUA está a destruir a sua própria credibilidade e a minar a sua confiança internacional".

O acordo foi assinado em 14 de julho de 2015, em Viena, entre o Irão e seis grandes potências (Estados Unidos, Grã-Bretanha, Rússia, China, França e Alemanha), após 12 anos de negociações difíceis e prevê o levantamento progressivo das sanções internacionais contra o Irão, que em troca deve limitar ao uso civil o seu programa nuclear.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon