Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente do Real Madrid nega chantagem de Ronaldo para melhorar contrato

Logótipo de LusaLusa 28/06/2017 Nuno Ferrão

Madrid, 28 jun (Lusa) – O presidente do Real Madrid, Florentino Perez, disse na terça-feira que se está a especular sobre a alegada vontade de Cristiano Ronaldo em abandonar os ‘merengues’, rejeitando haver intenção do futebolista português em melhorar o seu contrato.

Aos microfones da rádio esRadio, Florentino Perez assegurou que, com este impasse, o capitão da seleção portuguesa não procura melhorar o seu salário.

“Impossível. Está há oito anos no Real Madrid e nunca utilizou esses métodos para melhorar o seu salário”, assegurou o presidente dos ‘merengues’.

J.P.GANDUL/EFE © EPA / J.P.GANDUL J.P.GANDUL/EFE

Sobre a acusação de Ronaldo ter ocultado rendimentos de 14,7 milhões de euros, em direitos de imagem, para fugir ao fisco espanhol, Florentino Perez acredita na inocência do avançado.

“Ele acredita nos seus advogados e que não há qualquer ocultação de rendimentos, por isso, está tranquilo”, garantiu o dirigente, acrescentando não ter falado ainda com o jogador, mas com o seu empresário, Jorge Mendes.

Na mesma entrevista, Florentino Perez não desmentiu o interesse do Real Madrid no jovem avançado francês Kylian Mbappé, embora tenha reconhecido ser complicado contratar a jovem estrela do Mónaco, de 18 anos.

“É muito difícil um jogador de 18 anos ter lugar no ‘onze’ titular do Real Madrid. Zidane [treinador] gosta muito dele e continua a segui-lo. Será ele que tem de decidir se [Mbappé] é contratado ou se continua a sua formação. Se tem lugar, ou não, na equipa do Real Madrid. Temos de ter paciência”, disse Florentino.

De qualquer forma, o presidente dos ‘merengues’ assegurou que não existem negociações com os campeões franceses, treinados pelo português Leonardo Jardim, considerando “pura especulação” os valores que se falam na imprensa (mais de 100 milhões de euros).

Mesmo assim, Florentino Perez, deixou a decisão final para o técnico Zinedine Zidane. “Se me der o OK, também tem de dizer-me quem sai, pois só podem jogar 11”, disse o dirigente.

NF // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon