Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente do Rio Ave alerta: "Assassinos destes têm de ser banidos"

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/08/2017 Hugo Monteiro

António Silva Campos lançou um alerta sobre as questões de segurança a propósito dos incidentes verificados no Rio Ave-Benfica.

© Fábio Poço/Global Imagens

Depois do comunicado emitido pelo Rio Ave, no domingo, a denunciar agressões aos seus adeptos por parte de elementos das claques do Benfica, António Silva Campos, presidente do clube, lançou um alerta sobre as questões de segurança, frisando que "vândalos e assassinos destes devem ser proibidos de entrar nos estádios". "Os adeptos das equipas que jogam fora de casa costumam ficar retidos cerca de meia hora, mas, desta vez, abriram os portões logo no final do jogo e este grupo de malfeitores, que nunca devia andar no futebol, agrediu famílias, crianças e toda a gente com quem se cruzou. Quando o grupo organizado do Benfica saiu, foi tudo varrido", afirmou à Rádio Renascença, alertando para a "falha de segurança" que permitiu estas agressões. "Já solicitámos uma reunião com a PSP e estamos a aguardar, mas não entendo porque abriram logo os portões. A situação podia ser ainda mais grave e temos de tentar perceber o que aconteceu", acrescentou.

Sobre o grande arranque de temporada do Rio Ave, que venceu os três primeiros jogos e empatou com o Benfica, António Silva Campos revelou que o objetivo passa por "lutar pela oportunidade de regressar à Liga Europa". "Na época passada faltou-nos um ponto e, este ano, vai ser ainda mais difícil", concluiu o dirigente.

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon