Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Presidente francês propõe agência europeia de refugiados

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/09/2017 Administrator

O Presidente francês, Emmanuel Macron, propôs hoje a criação de uma agência europeia de asilo e documentos de identidade comuns para gerir melhor o fluxo de refugiados na União Europeia (UE).

Num discurso perante alunos da Universidade de Sorbonne, em Paris, Macron apresentou a sua visão para uma Europa mais unida, com um orçamento comum para os países da zona euro e uma voz internacional mais forte.

Na fase em que falou de fluxos migratórios, o Presidente francês defendeu que as fronteiras europeias têm de ser controladas e os processos de análise de pedidos de asilo acelerados e harmonizados, para o que é indispensável criar uma agência europeia que decida quantos migrantes podem ser recebidos e onde.

Emmanuel Macron alertou para os perigos do nacionalismo anti-imigração, argumentando que ele contraria os princípios de uma Europa comum nascida da tragédia de duas guerras mundiais.

"Pensámos que o passado não voltaria", disse, uma aparente referência à entrada da extrema-direita no parlamento alemão. Mas este isolacionismo, considerou, ocorre porque os europeus "esqueceram-se de defender a Europa".

Macron propôs também a criação de uma força de intervenção militar comum e a definição de um orçamento europeu de defesa comum.

As Forças Armadas francesas, defendeu, devem abrir-se a militares de outros países da UE, e outros Estados-membros deviam fazer o mesmo, na base do voluntariado.

A defesa da Europa deve também passar por uma agência de informações europeia, que permita tornar mais eficaz o combate ao terrorismo, e uma força de proteção civil partilhada.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon