Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Primeiro-ministro deve convocar eleições gerais antecipadas em outubro - Imprensa

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/09/2017 Administrator

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, deverá convocar eleições gerais antecipadas em outubro para reforçar o governo, num momento de divisão da oposição, noticiou hoje a comunicação social nipónica.

Os planos de Abe foram conhecidos depois de uma reunião de emergência, no sábado, do partido Komeito, parceiro do governo de Abe, e na qual foi analisada a possibilidade de o primeiro-ministro dissolver a Câmara dos Representantes (baixa) do parlamento (Dieta) no final deste mês e convocar eleições para o período entre 22 e 28 de outubro.

De acordo com os órgãos de comunicação japoneses, Abe transmitiu ao líder do Komeito, Natsuo Yamaguchi, a estratégia que antecipa as eleições gerais em mais de um ano.

O conservador Partido Liberal Democrata (PLD) de Abe ganhou sem dificuldade as eleições gerais antecipadas, em dezembro de 2014, nas quais o primeiro-ministro conseguiu revalidar o mandato.

A dissolução antecipada poderá beneficiar a coligação de Governo num momento de divisão no principal partido da oposição, o Partido Democrático, cujo líder se demitiu recentemente, podendo levar a uma rutura da formação.

Outro dos objetivos de antecipar o escrutínio seria travar o avanço de Tomin First (Primeiro os residentes de Tóquio), a nova formação da governadora da capital japonesa, Yuriko Koike, que venceu as eleições para a assembleia metropolitana de Tóquio, em julho, derrotando o PLD.

Shinzo Abe deverá tomar uma decisão final depois de avaliar a situação sobre a Coreia do Norte, cuja ameaça nuclear poderá ser favorável à reeleição do veterano político conservador.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon