Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PRS da Guiné-Bissau realiza quinto congresso, o primeiro sem Kuma Ialá

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/09/2017 Administrator

O Partido de Renovação Social da Guiné-Bissau inicia na terça-feira o seu quinto congresso para eleger a nova direção do partido, o primeiro sem o seu fundador Kumba Ialá, e quando o país atravessa um impasse político.

Sob o tema "Consolidação do Estado de Direito Democrático para melhor servir a Guiné-Bissau", os 1001 delegados presentes no congresso vão escolher a nova liderança do PRS entre nove candidatos a presidente e dois a secretário-geral do partido.

O V Congresso do PRS será o primeiro a ser realizado sem a presença de Kumba Ialá, que fundou o partido ao lado de outros militantes em 1992 e morreu em abril de 2014.

O PRS realiza o seu congresso numa altura em que a Guiné-Bissau vive um impasse político, com a comunidade internacional a apelar ao consenso para a aplicação do Acordo de Conacri.

O Acordo de Conacri, patrocinado pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), prevê a formação de um governo consensual integrado por todos os partidos representados no parlamento e a nomeação de um primeiro-ministro de consenso e da confiança do chefe de Estado, entre outros pontos

O atual Governo da Guiné-Bissau, de iniciativa presidencial, não tem o apoio do partido que ganhou as eleições com maioria absoluta, o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), mas tem o apoio do PRS.

Apresentaram-se como candidatos à liderança do PRS, Alberto Nambeia, atual líder do partido, Ibraima Sori Djaló, antigo presidente do parlamento guineense, Artur Sanhá, antigo primeiro-ministro e ex-secretário-geral dos renovadores, e Sola N'Quilin, atual ministro da Administração Territorial.

Ainda entregaram as candidaturas o ex-ministro das Pescas Fernando Correia Landim, Aladje Sonco, um funcionário das Alfandegas de Bissau, o ex-deputado Aladje Nanque, Ribana Bder Na Nkek e Camnate Djata, ambos membros do conselho nacional do partido fundado por Kumba Ialá.

Para o cargo de secretário-geral depositaram dossiês de candidaturas Florentino Mendes Pereira, atual secretário-geral e ministro do Estado e da Energia, bem como Duarte Quadé, professor no centro de formação de docentes "Tchico Té" em Bissau.

O PRS vai realizar o congresso na localidade de Gardete, arredores de Bissau e vão estar presentes cinco dezenas de convidados nacionais e estrangeiros, nomeadamente de Portugal (PSD), Cabo Verde e Angola, disse fonte da organização do encontro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon