Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PS salienta projeto governativo global da esquerda face a moção de censura do CDS

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/10/2017 Administrator

O líder parlamentar do PS afirmou hoje que, "naturalmente", desconhece o sentido de voto do Bloco, PCP e PEV perante a moção de censura do CDS-PP, mas salientou que a esquerda está "empenhada num projeto governativo global".

"São decisões que esses partidos tomarão no seu inteiro juízo e capacidade de julgamento independente. Não somos nós que damos conselhos a esses partidos sobre o que devem fazer, particularmente em circunstâncias como estas", justificou Carlos César.

Carlos César falava aos jornalistas na Assembleia da República, depois de confrontado com o facto de as declarações conjuntas de viabilização do atual Governo socialista assinadas pelo PS com o BE, PCP e PEV não obrigarem esses partidos a chumbarem a moção de censura que hoje foi anunciada pela presidente do CDS-PP, Assunção Cristas.

O líder parlamentar do PS fez questão de frisar que não tem "naturalmente" qualquer indicação sobre o sentido de voto dos parceiros parlamentares dos socialistas.

Contudo, logo a seguir, o presidente do PS salientou que os socialistas têm com o BE, PCP e PEV "posições conjuntas que têm a ver com o desenvolvimento de um projeto governativo global".

"Um projeto governativo global em que estamos todos empenhados. É nisso que estamos unidos e estamos a trabalhar em conjunto", acrescentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon