Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PSD acusa Governo de insultar portugueses com lei para impedir futebol em dia de eleições

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/09/2017 Ana Proença

O PSD considerou este um "insulto aos portugueses" e uma "manobra de diversão" a intenção do Governo apresentar uma lei que proíba jogos de futebol em dias de eleições.

Luís Marques Guedes (D) com Fernando Gomes, presidente da FPF © Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens Luís Marques Guedes (D) com Fernando Gomes, presidente da FPF

Em declarações à agência Lusa, o deputado do PSD e ex-ministro da Presidência Luís Marques Guedes afirmou que a notícia sobre a preparação de alterações ao Regime Jurídico das Federações Desportivas, de forma a proibir eventos desportivos em dias de eleições, "não passa de uma manobra de diversão e um insulto aos portugueses".

"Achar que os portugueses, ao fim de mais de 40 anos de democracia, não têm a consciência da importância do seu direito de voto e o possam confundir com outro tipo de atividades lúdicas, é tratar os portugueses como se fossem crianças", disse.

Marques Guedes ironizou sobre "o que virá a seguir" e deixou quatro perguntas: "Vão proibir os cinemas? Os teatros? Vão mandar encerrar os museus? Mandar encerrar as praias ou os centros comerciais?".

"Isto é profundamente ridículo", sintetizou.

Para o deputado social-democrata, trata-se também de uma "manobra de diversão" da parte do executivo do PS e de "entreter as pessoas, escondendo as falhas do Governo"

"Como não conseguem fazê-las, arranjam este tipo de manobras", afirmou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon