Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PSD/Madeira diz que Governo da República tem estratégia para "castigar" madeirenses

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/07/2017 Administrator

O presidente do grupo parlamentar do PSD na Assembleia Legislativa da Madeira disse hoje que o Governo da República tem uma estratégia e uma agenda, "ao serviço de interesses partidários" do PS, de "limitar" e "castigar" a região.

"Lisboa tem hoje e até às eleições autárquicas uma estratégia para limitar a ação da Região Autónoma da Madeira e uma intenção de castigar os madeirenses com objetivos explícitos do PS", disse Jaime Filipe Ramos, no Funchal, numa conferência de imprensa de balanço da segunda sessão legislativa da XI legislatura.

O deputado regional considerou ainda que a Madeira "está perante um Governo da República que não defende os interesses do Estado, mas está ao serviço de interesses partidários".

No balanço da segunda sessão legislativa, o responsável referiu que o partido (líder na região), ainda a meio da legislatura, já cumpriu os objetivos com que se tinha comprometido: reformar o sistema político, valorizar o papel do parlamento regional como centro da atividade político-partidária, tornar assídua a presença do Governo Regional, aumentar a produtividade do grupo parlamentar do PSD e desenvolver uma política de proximidade com os cidadãos.

Jaime Filipe Ramos revelou que o partido apresentou 58 iniciativas políticas e que o Governo Regional esteve 16 vezes na assembleia legislativa, sendo os diplomas do Governo Regional debatidos sempre na presença de um representante governamental.

Além disso, apontou, a política de proximidade da bancada tem sido consumada através das jornadas locais e do 'espaço cidadão'.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon