Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PSG com regresso conturbado: Thiago Motta mandou adepto para o hospital

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/03/2017 Alcides Freire

Equipa francesa foi recebida por protestos em Paris, que terminaram com um adepto hospitalizado, depois de ser atingido pelo carro conduzido pelo médio.

© Reprodução/BFM TV

A chegada do Paris Saint-Germain a França, horas depois da eliminação nos oitavos de final da Liga dos Campeões, ficou marcada por alguns incidentes com adeptos, um deles transportado para um hospital.

O clube parisiense foi afastado da Champions pelo Barcelona, após uma pesada derrota por 6-1, resultado que "anulou" a vitória dos franceses por 4-0 na primeira mão, em Paris.

Na chegada à capital francesa, a equipa foi vaiada por cerca de 30 adeptos. Um dos adeptos teve de ser transportado para o hospital de Saint-Denis, depois de ter sido atingido pelo carro conduzido por Thiago Motta.

Em Camp Nou, o Barcelona tornou-se na primeira equipa de sempre a recuperar de uma desvantagem de 4-0 na primeira mão, graças aos golos de Luis Suárez, logo aos três minutos, de Lionel Messi, de grande penalidade (50), de Neymar (88 e 90+1) e de Sergi Roberto (90+5), aos quais se juntou o autogolo do francês Layvin Kurzawa (40).

Edinson Cavani marcou o golo de honra para os franceses, ao minuto 62.

Com três golos marcados nos últimos sete minutos do jogo da segunda mão, os catalães concretizaram a "remontada" e carimbaram a passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon