Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PSP admite medidas de segurança adicionais no Portugal-Hungria após atentados de Londres

Logótipo de LusaLusa 24/03/2017 João Pedro Simões

Lisboa, 24 mar (Lusa) – A Polícia de Segurança Pública (PSP) anunciou hoje a implementação de medidas adicionais de segurança no jogo entre Portugal e Hungria, no sábado, de qualificação para o Mundial de futebol de 2018, na sequência dos atentados de Londres.

“Vão ser tomadas medidas adicionais, no interior do estádio”, afirmou o subintendente da PSP Pedro Pinho, na conferência de imprensa de apresentação do dispositivo policial para o embate entre a equipa das ‘quinas’, campeã da Europa, e a Hungria.

TIAGO PETINGA/LUSA © EPA / TIAGO PETINGA TIAGO PETINGA/LUSA

A seleção portuguesa, segunda classificada no Grupo B, com nove pontos, menos três do que a Suíça, recebe a Hungria, terceira com sete, no sábado, a partir das 19:45, num encontro que vai ser arbitrado pelo polaco Szymon Marciniak.

Na quarta-feira, cinco pessoas morreram num atentado junto ao parlamento britânico: uma mulher e quatro homens, entre os quais o atacante, que foi abatido pelas forças de segurança.

A polícia britânica identificou na quinta-feira o autor do ataque como Khalid Masood, 52 anos, natural de Kent (sudeste de Inglaterra).

Perto de 30 pessoas estão hospitalizadas, seis das quais em estado crítico.

O autoproclamado grupo Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque, através de um breve comunicado difundido através da agência de propaganda Amaq.

JP/AO // PJA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon