Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

PSP e Universidade Lusíada organizam operação stop para projeto Universidade Segura

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/09/2017 Administrator

O projeto-piloto Universidade Segura contou realizou na quinta-feira, pelas 22:30, uma operação stop na Avenida 24 de Julho, feita pela PSP em parceria com a Universidade Lusíada para alertar os condutores para o perigo nas estradas.

Um dos grandes objetivos desta iniciativa é criar uma "proximidade entre a PSP e as organizações académicas" para que seja possível identificar as lacunas existentes no ensino superior, referiu o chefe João Cunha da PSP.

"Eles andem aí? Juntos na praxe" foi o slogan escolhido pelos alunos da Universidade Lusíada na criação de panfletos, que posteriormente foram entregues aos condutores.

Segundo o chefe Cunha da PSP esta iniciativa pretende "desmistificar o estereotipo criado em volta das praxes" e "integrar os caloiros para uma parte mais cívica".

Este projeto visa uma presença constante da polícia nas universidades durante todo o ano e, deste modo, os alunos e os pais sentem-se "mais seguros e confortáveis", revelaram à Lusa membros da Comissão de Praxe e das Tunas Académicas.

Durante a operação, as tunas da Universidade Lusíada - tuna feminina e tuna masculina - atuaram alternadamente para os condutores.

As tunas que participaram neste projeto da PSP desenvolveram quatro novas músicas com letras alusivas ao consumo de álcool e ao cuidado a ter na condução.

O primeiro projeto noturno em prol da iniciativa Universidade Segura contou com cerca de 70 estudantes, sendo que 27 eram caloiros.

Todos os alunos da Universidade Lusíada que participaram na operação estavam identificados com credenciais para que houvesse "uma maior segurança", afirmou a PSP.

O projeto desenvolvido pelo Comando Metropolitano de Lisboa começou por organizar ações de sensibilização e consciencialização nas universidades da 2.ª e da 4.ª divisão de Lisboa.

Um total de 16 universidades foram envolvidas neste projeto piloto, sendo que todas se localizam na 2.ª e na 4.ª divisão do Comando Metropolitano de Lisboa.

O grande objetivo deste projeto-piloto é tornar esta atividade numa iniciativa a longo prazo e expandir-se a "nível nacional se os resultados forem positivos", revelou.

A PSP pretende alargar este projeto para os concelhos do Porto, Lisboa e Coimbra, juntamente com a região do Algarve.

Com esta iniciativa a PSP quer aproximar-se dos alunos e dar um esclarecimento maior acerca das suas atividades, esperando que a criminalidade baixe e que os estudantes se sintam mais seguros com a sua presença.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon