Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Quase 30 participantes no sétimo encontro de escritores de língua portuguesa na Praia

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/10/2017 Administrator

Quase 30 participantes, ligados à literatura, cinema, rádio, televisão e internet, vão marcar presença no sétimo Encontro de Escritores de Língua Portuguesa, que arranca na quinta-feira, na cidade da Praia.

Os nomes foram avançados hoje à imprensa pelo vereador da Cultura da Câmara Municipal da Praia, António Lopes da Silva, que colabora na realização do evento, promovido pela União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA).

Segundo o vereador, o encontro, que decorre entre quinta-feira e domingo, vai contar com 26 participantes lusófonos, com o objetivo de contribuir para o diálogo e enriquecimento recíproco entre escritores dos diferentes continentes.

Vera Duarte, Fátima Bettencourt, Daniel Medina, Rony Moreira, César Schofield Cardoso, Carlos Santos (Cabo Verde), Diana Andringa, António-Pedro Vasconcelos, José Carlos Vasconcelos, Rui Simões, Nuno Rebocho (Portugal), Ana Mafalda Leite (Moçambique), Thiago Braga e António Carlos Secchin (Brasil), Olinda Beja (São Tomé e Príncipe), Zezé Gamboa (Angola), Emílio Tavares Lima (Guiné-Bissau) são alguns nomes que constam do programa.

Sob o tema "À margem da literatura", António Lopes da Silva disse que os participantes vão discutir temas "muito atuais" de áreas que usam a literatura no seu dia-a-dia, como o cinema, a rádio, a televisão e a internet.

"Não vamos falar só de literatura. Vamos falar de literatura e tudo o que está à sua volta", salientou o autarca, referindo que o objetivo é entrar noutros campos que dominam a comunicação.

"Hoje não se escreve só livros. Escreve-se em vários espaços e isso que é interessante ver como é que nos tempos modernos a literatura também se adapta a novas formas de apresentar e discutir ideias", prosseguiu.

António Lopes da Silva avançou que, durante os quatro dias, serão ainda realizados encontros entre os escritores e estudantes, para dar aos universitários a oportunidade de contactarem com pessoas de "carreira interessante", nas diversas áreas.

O autarca espera também que o evento tenha impacto na Praia, como uma "cidade de cultura" e "importante" dentro da UCLA e da CPLP, e que sirva para chamar a atenção das instituições para a problemática da leitura e do uso da língua portuguesa.

Os trabalhos terminam no domingo com uma visita ao Tarrafal de Santiago e a um pôr-do-sol na Cidade Velha.

O encontro, com apoio do Ministério da Cultura e das universidades cabo-verdianas, realiza-se na capital, Praia, pela segunda vez seguida, depois de as quatro primeiras edições terem decorrido em Natal (Brasil) e a quinta em Luanda (Angola).

O encontro de escritores lusófonos antecede a primeira edição do Morabeza - Festa do Livro, organizada pelo Ministério da Cultura de Cabo Verde, e que vai reunir, na cidade da Praia, cerca de 40 autores, de 30 de outubro a 05 de novembro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon