Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Quatro portugueses candidatos à equipa do ano 2016 do site da UEFA

Logótipo de LusaLusa 21/11/2016 Jorge Fonseca
TOLGA BOZOGLU/EPA © EPA / TOLGA BOZOGLU TOLGA BOZOGLU/EPA

Nyon, Suíça 21 nov (Lusa) - Cristiano Ronaldo, pela 13.ª vez, um recorde, Rui Patrício, Pepe e Raphael Guerreiro integram os 40 jogadores nomeados para a Equipa do Ano 2016 dos utilizadores do site da UEFA, anunciou hoje aquele organismo.

Campeões europeus por Portugal e, no caso de Cristiano Ronaldo e de Pepe, vencedores da Liga dos Campões em 2015/16, os quatro jogadores foram os portugueses escolhidos pelos editores da UEFA para a eleição anual.

Para a 16.ª edição da votação anual, os utilizadores poderão escolher entre quatro guarda-redes, 12 defesas, 12 médios e 12 avançados, tendo a nomeação - segundo a UEFA - sido feita "com base nos seus desempenhos por clube e seleção em 2016".

A votação pode ser feita em pt.toty.uefa.com e vai decorrer até 03 de janeiro, sendo o ‘onze’ mais votado anunciado na quinta-feira seguinte, a 05 de janeiro, no site da UEFA.

O Real Madrid, vencedor da Liga dos Campeões, é quem fornece mais nomeados para a Equipa do Ano do UEFA.com (oito), entre os quais Cristiano Ronaldo, atual Melhor Jogador da UEFA na Europa, naquela que é a sua 13ª nomeação, um registo recorde.

O Atlético de Madrid, finalista vencido da Liga dos Campeões, e o FC Barcelona contam cada um com cinco nomeações. Na lista total figuram 21 clubes (incluindo casos em que o mesmo jogador representou dois clubes em 2016), de seis campeonatos diferentes e 17 nacionalidades.

No total, 15 dos 40 nomeados são estreantes.

Em 2015, enquanto Ronaldo se tornou no primeiro jogador a ser escolhido dez vezes, Lionel Messi foi o mais votado, com 448.445 votos, numa eleição que, segundo a UEFA, teve "mais de sete milhões de votos".

JYFO // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon