Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Queiroz apela ao orgulho

Sportinveste 15/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Queiroz apela ao orgulho © Sportinveste Multimédia Queiroz apela ao orgulho

Selecionador do Irão recordou as dificuldades sentidas na preparação para o Mundial, antes da estreia com a Nigéria.

O português Carlos Queiroz, selecionador do Irão, lembrou as dificuldades sentidas durante a preparação para o Mundial2014 e apelou ao orgulho dos seus jogadores, na véspera da estreia no Brasil, frente à Nigéria. "O irão teve dificuldades fora do campo, mas queremos ter uma palavra dentro do campo", afirmou o ex-selecionador de Portugal, que falava na conferência de imprensa de antevisão do jogo do Grupo F, do qual fazem parte também Argentina e Bósnia-Herzegovina.

A equipa de Carlos Queiroz, sujeita a uma série de restrições em função das sanções internacionais sobre o Irão confrontou-se com dificuldades de financiamento para os estágios de preparação na África do Sul e na Áustria. "A situação política e económica é uma total desvantagem para a equipa, mas os jogadores estão muito determinados. Eles tiveram sucesso na qualificação e vão querer sair do Brasil com respeito e orgulho", afirmou Queiroz. "Também queremos que as pessoas percebam o que é o Irão e queremos dar alegria aos adeptos", acrescentou.

Três vezes campeão asiático, o Irão participa pela quarta vez da fase final de um Mundial, depois de não ter passado a fase de grupos em 1978, 1998 e 2006, e Queiroz espera um duro embate frente à Nigéria, campeã africana. "Eles têm uma equipa com muitas estrelas, grandes jogadores e têm uma grande vantagem em termos de experiência. É um jogo muito difícil para nós, mas nós valemo-nos do espírito da equipa. Eles são favoritos, mas ninguém é suficientemente forte para ganhar todos e ninguém é tão fraco que perca todos", disse o técnico.

Queiroz sublinhou que "o Irão joga com paixão", realçando que "é fantástico ter esta lealdade e afeto".

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon