Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Queixa de Pinto da Costa: jornalista do CM com procedimento disciplinar

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/04/2017 O Jogo

Ação foi aberta pela Comissão da Carteira Profissional de Jornalista, por causa da acusação a Pinto da Costa, em Guimarães, no primeiro dia do julgamento da "Operação Fénix"

© José Coelho/Lusa

A Comissão da Carteira Profissional de Jornalista (CCPJ) abriu ontem um procedimento disciplinar sobre a jornalista Tânia Laranjo, do Correio da Manhã, "por indícios de violação do dever deontológico" no caso que a opôs a Pinto da Costa, no primeiro dia do julgamento do processo "Operação Fénix".

A decisão surge na sequência de uma queixa apresentada pelo presidente do FC Porto, indignado porque a jornalista o acusou, em direto, de a ter empurrado, quando as imagens em direto nada mostram nesse sentido. Isto na chegada ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, para ser ouvido na condição de arguido no caso que trata sobre indícios de práticas de segurança ilegal. "A jornalista referiu, em direto [na CMTV], que tinha sido empurrada por aquele [Pinto da Costa], quando, nas imagens transmitidas, tal facto não se mostra evidente nem provável", pode ler-se no despacho.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon