Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Queniana Joyciline Jepkosgei bate recorde mundial da meia maratona

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/04/2017 Alcides Freire

Atleta completou a corrida em 1:04.52 horas, em Praga.

A queniana Joyciline Jepkosgei bateu este sábado o recorde do mundo da meia maratona, ao completar a distância da corrida, 21,0975 quilómetros, em 1:04.52 horas, em Praga.

© Reprodução/IAAF

O anterior recorde pertencia, desde 10 de fevereiro, à também queniana Peres Jepchirchir, quando venceu a meia maratona de Ras Al-Khaimah, nos Emirados Árabes Unidos.

A correr pela quinta vez uma meia maratona, Jepkosgei, de 23 anos, bateu outros dois recordes do mundo, o primeiro dos 10 quilómetros, com 30.05 minutos, retirando 16 segundos ao anterior registo, que pertencia à britânica Paula Radcliffe desde 2003.

Depois, aos 15 quilómetros, a queniana bateu mais um recorde, ao ser cronometrada em 45.37 minutos, menos 27 segundos que a marca alcançada em 2015 pela sua compatriota Florence Kiplagat (46:14).

"Foi uma surpresa. Não sabia que tinha batido o recorde. Só queria melhorar a minha marca", admitiu Jepkosgei, citada pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF).

A corrida feminina foi praticamente monopolizada pelo Quénia, que colocou atletas nos cinco primeiros lugares.

Violah Jepchumba, vencedora da edição de 2016, terminou em segundo, com o tempo de 1:05.22, seguida de Fancy Chemutai, com 1:06.58.

A corrida masculina foi ganha pelo etíope Tamirat Tola, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Rio'2016, com o tempo de 59.37 minutos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon