Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Quinta da Regaleira lança aplicação interativa para "enriquecer a visita"

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/10/2017 Administrator

A Quinta da Regaleira, em Sintra, vai lançar uma aplicação interativa na próxima semana, permitindo "enriquecer enormemente a visita em termos de conteúdo e também de experiência", revelou um dos responsáveis do projeto, Luís Patrício.

A aplicação designada "Regaleira 4.0" está em fase de lançamento e cada utilizador, através de indicações e experiências em realidade aumentada com efeitos visuais e sonoros, pode escolher várias rotas, nomeadamente, a arquitetónica, a mitológica, a iniciática, as grutas místicas e o paraíso.

No início da visita virtual há uma "breve explicação" acerca da quinta a três dimensões com a personagem que retrata o criador da quinta, Carvalho Monteiro.

Durante o percurso, o visitante, através do mapa da aplicação, recebe um aviso automático para apontar a câmara do telemóvel para a imagem que lhe aparece no dispositivo e ao fazê-las coincidir terá acesso a um vídeo a três dimensões (3D) e com uma realidade aumentada em tempo real.

Posteriormente, vai aparecer "uma personagem no ecrã do telemóvel a explicar cada um dos elementos", menciona Luís Patrício.

Há uma tecnologia que faz despertar o telemóvel de forma automática sempre que há uma nova experiência disponível.

"Na capela podemos assistir a uma missa com os monges e templários" através da aplicação, revelou Luís Patrício, reforçando que na aplicação "há uma simbologia (...) com base histórica e lúdica".

Segundo o também vogal do conselho diretivo da Fundação Cultursintra, com esta a aplicação a quinta criou "valor em relação àquilo que é a visitação da Quinta da Regaleira".

O 'download' da aplicação - que é gratuita - pode ser feito em casa ou enquanto as pessoas estão na quinta à espera para comprar o bilhete e, para isso, basta que os visitantes se liguem à rede da internet do local.

A descarga pode ser feita através de um serviço de distribuição digital de aplicativos -- que para já só está disponível para os Android, na loja 'Google Play' e no fim do mês, em princípio, estará disponível para o sistema IOS, na loja 'App Store' -- e, à entrada da quinta, também estará disponível um QR Code (código de barras) para o 'download'.

"O grande objetivo é permitir que as pessoas desfrutem da quinta com base nesta oferta", afirmou Luís Patrício em resposta à Lusa.

Segundo um dos promotores, "A Quinta da Regaleira 4.0 é uma iniciativa digital que não deixará ninguém indiferente" e "quem visitar o espaço terá acesso gratuito a uma aplicação, onde personagens a três dimensões interagem com o visitante, como se fizessem parte do seu dia-a-dia".

A ideia de criar esta aplicação surgiu porque os responsáveis queriam proporcionar uma experiência mais rica para além da informação escrita que havia à entrada da quinta.

A expetativa é "grande" e o responsável referiu, também, que o objetivo não foi angariar mais visitantes, mas sim "enriquecer a visita dos milhares" de pessoas que por ali passam diariamente.

Inicialmente, o preço do bilhete comprado na Quinta da Regaleira vai incluir uns auscultadores descartáveis para os visitantes.

Os cidadãos podem tirar 'selfies' ou fotografias com as personagens interativas da aplicação da quinta.

A fada "Verdinha" - uma personagem imaginária - foi criada e desenvolvida propositadamente para esta aplicação.

Este conjunto de tecnologias dispõe de um total de mais de 70 experiências, 40 animações, 30 filmes e 100 áudios em 3 línguas, nomeadamente português, inglês e espanhol.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon