Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rúben Dias reforça plantel do Benfica com garantias de sucesso

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/06/2017 Ana Proença
© Global Imagens

Central vai ser promovido em 2017/18, situação para a qual as suas características têm sido trabalhadas

Nas contas do Benfica para subir na hierarquia, aproveitando a transferência em marcha de Lindelof, Rúben Dias "vai ter um caminho de sucesso no clube", garante Hélder Cristóvão, técnico dos bês e que trabalhou nas duas últimas épocas com o central.

"É um líder tão forte que assume a sua liderança de forma natural. O seu crescimento não é nenhuma surpresa", referiu ontem à BTV. E jogando à defesa sobre a ascensão do atleta, admite que ele "está preparado, se o Rui [Vitória] o entender, para fazer a pré-época com a equipa principal", até porque tem sido trabalhado para chegar ao topo na Luz.

"Com 54 jogos nos bês, está à frente de muita gente com 80 jogos. Acelerou o processo físico e tático e retirámos algumas coisas do seu jogo, porque um central de equipa grande tem de ter algumas características", esclareceu, explicando: "Retirámos-lhe o passe longo, a que estava muito habituado, agora não tem problemas em ligar o jogo e sair a jogar. Lidera a linha defensiva praticamente sozinho. E vai ser um central com golo, sabe onde entrar."

Revelando que agora "o Benfica é projetado a três anos", Hélder Cristóvão falou também de João Carvalho, outra joia do Seixal com lugar no plantel. "É um talento puro, mas para jogar no Benfica precisava de mais. A intensidade dele está a um bom nível e faltava-lhe golo, o que já existe", disse.

"Pode ser 8 e ala, mas não vai conseguir ter aí o impacto que esperamos. Segundo avançado é talvez a posição mais favorável", referiu, falando em seguida de Diogo Gonçalves, que, para o técnico, "foi o melhor jogador" dos bês este ano.

"Pela maneira como flete e procura a baliza, sempre fui dizendo que seria segundo avançado. Joga por dentro com uma dinâmica fantástica. Subir já? Vamos ver como as coisas evoluem", atirou, elogiando ainda Pedro Rodrigues, médio muito considerado pelos encarnados e que Hélder considera ter "a melhor leitura e passe" do plantel dos bês.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon