Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rússia pede diálogo entre curdos e o Iraque para evitar instabilidade

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/10/2017 Administrator

O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, pediu hoje às autoridades do Curdistão iraquiano que dialoguem com o Governo de Bagdad para evitar novas "fontes de instabilidade" na região.

"Compreendemos as aspirações do povo curdo no que diz respeito ao reforço da sua identidade [...] Mas a concretização dessas aspirações só deve ocorrer através do diálogo com o Governo iraquiano", disse Lavrov numa conferência de imprensa com o homólogo iraquiano, Ibrahim Al-Jaafari.

O ministro russo apelou aos curdos "a terem plenamente em conta a importância da questão curda à escala regional para evitar outras fontes de instabilidade na região".

Mais de três semanas depois do 'sim' maioritário dos curdos no referendo sobre a independência da região autónoma, o exército iraquiano recuperou o controlo sobre praticamente todas as zonas nas mãos dos combatentes curdos ('peshmergas'), nomeadamente a província petrolífera de Kirkuk.

"Quero confirmar, uma vez mais, o nosso respeito pela soberania e integridade territorial do Iraque e o nosso empenho em que todos os problemas que surjam sejam resolvidos através de um diálogo inclusivo que agrupe todos os grupos étnicos e confessionais", disse o ministro dos Negócios Estrangeiros russo.

A Rússia tem importantes interesses económicos no Curdistão iraquiano e, na semana passada, o Governo do Iraque criticou, sem o referir diretamente, um acordo da petrolífera russa Rosneft com as autoridades autónomas curdas para novos projetos de produção de hidrocarbonetos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon