Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rússia protesta por buscas em instalações diplomáticas nos EUA

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/09/2017 Administrator

A Rússia chamou hoje o "número dois" da embaixada dos Estados Unidos em Moscovo para protestar contra a intenção anunciada de fazer buscas na missão comercial russa em Washington, que o Governo norte-americano mandou encerrar.

"Convocámos o conselheiro político da embaixada norte-americana em Moscovo, Anthony Godfrey. Foi-lhe entregue uma nota de protesto relacionada com a vontade das autoridades norte-americanas de fazer buscas na missão comercial russa em Washington", anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo num comunicado.

"A busca ilegítima das dependências diplomáticas russas sem a presença de responsáveis oficiais russos é um ato de agressão sem precedente", lê-se no texto.

As instalações diplomáticas gozam de imunidade ao abrigo das convenções internacionais.

A Rússia "reserva-se o direito de tomar medidas de represália com base na reciprocidade".

As instalações diplomáticas russas em Washington, São Francisco e Nova Iorque foram abandonadas hoje pelo pessoal russo depois de uma ordem de encerramento ditada na sexta-feira pela administração dos Estados Unidos, num novo desenvolvimento na tensão diplomática entre os dois países.

A decisão dos Estados Unidos é uma resposta à ordem dada pela Rússia em junho para uma redução da presença diplomática norte-americana no país, ordem que, por sua vez, foi uma represália a um pacote de sanções económicas aprovado pelo Congresso.

Nessa ordem, Moscovo exigia que Washington retirasse 755 dos funcionários que tem na embaixada em Moscovo e nos consulados de São Petersburgo e outras cidades, até ficar com o mesmo número de funcionários do que a Rússia tem nos Estados Unidos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon