Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rali de Portugal: o que já aconteceu e o que ainda falta até Braga

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/05/2017 Alcides Freire

A partir das 16h09, Sebastien Ogier volta a ser o primeiro a partir para a segunda passagem por Viana do Castelo, Caminha e Ponte de Lima.

O finlandês Jari-Matti Latvala assumiu a liderança do Rali de Portugal, após a terceira classificativa da sexta prova do Mundial, mantendo-a presa por apenas 0,5 segundos sobre Kris Meeke e com Ott Tanak e Craig Breen a pouco mais de segundo.

O vencedor da prova em 2015 venceu a especial de Caminha (18,10 km), depois de ter sido batido pelo neozelandês Hayden Paddon (Hyundai i20) em Viana do Castelo (26,7 km), e ocupa o primeiro lugar, apesar de ter perdido terreno no troço de Ponte de Lima (27,46 km), o quarto do rali, a fechar o setor matinal.

Em Ponte de Lima, o Yaris de Latvala não foi além do sétimo tempo, a 4,5 segundos do trio de mais rápidos, o estónio Ott Tanak (Ford Fiesta), o britânico Kris Meeke e o irlandês Craig Breen, ambos em Citroën C3.

O francês e tetracampeão do mundo Sébastien Ogier (Ford Fiesta) segue no quinto lugar, a 4,8 do finlandês, depois de cumprir a obrigação de 'limpar a estrada', inerente à liderança do Mundial. Paddon foi o mais rápido no primeiro troço do dia e chegou ao primeiro lugar, mas um problema elétrico no i20, que obrigou-o a uma paragem especial seguinte, atrasando-o.

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20) e o norueguês Mads Ostberg (Ford Fiesta), que repartiam a liderança depois da superespecial de Lousada, não conseguiram manter o ritmo, tendo o recente vencedor na Córseha e na Argentina, terminado a manhã no sétimo lugar, a 10,3 segundos.

Sebastien Ogier em Ponte de Lima © Adelino Meireles Sebastien Ogier em Ponte de Lima

Ostberg, agora nono a 16,4 segundos de Latvala, também assumiu o seu desconforto com o carro, apesar de o maior infortúnio ter sido sofrido pelo francês Stéphane Lefebvre (Citroën C3), que cumpriu duas especiais com um furo, depois de ter sofrido um acidente na terceira classificativa.

A partir das 16h09, Ogier volta a ser o primeiro a partir para o troço de Viana do Castelo 2 (26,7 km). Seguem-se novas passagens nas especiais de Caminha (18,1 km) e Ponte de Lima (27,46 km), antes das duas passagens na 'Braga Street Stage' (1,9 km), ao início da noite.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon