Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ranking: Nadal intocável, Simona Halep lidera no feminino

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/10/2017 Francisco Sebe

A espanhola Garbiñe Muguruza desceu ao segundo lugar.

A romena Simona Halep assumiu esta segunda-feira oficialmente a liderança do ranking feminino de ténis, lugar garantido com a final no torneio de Pequim, que acabou por perder frente à francesa Caroline Garcia.

Halep destronou na hierarquia WTA a espanhola Garbiñe Muguruza, que passou a ser segunda, num top 10 em que a checa Karolina Pliskova subiu ao terceiro lugar e a ucraniana Elina Svitolina desceu ao quarto.

O triunfo de Caroline Garcia na capital chinesa promoveu-a ao nono lugar, num ranking em que também subiram a letã Jelena Ostapenko (7ª) e russa Svetlana Kuznetsova (8º).

Entre as portuguesas, Michelle Larcher de Brito continua a ser a mais bem classificada, num longínquo 340º lugar.

© EPA/WU HONG

Em masculinos, o destaque pertence ao alemão Alexander Zverev, quarto da hierarquia, que se tornou no terceiro qualificado para o Masters de Londres, juntando-se ao espanhol Rafael Nadal e ao suíço Roger Federer.

Zverev, de 20 anos, vai estrear-se na prova que opõe os oito melhores do ano, na sequência da vitória obtida sobre o russo Andrey Rublev nos quartos de final em Pequim.

O triunfo no torneio da capital chinesa pertenceu ao tenista belga David Goffin, que venceu na final o francês Adrian Mannarino, e hoje subiu ao décimo lugar no 'ranking' ATP.

A classificação continua a ser dominada por Rafael Nadal (9875 pontos), seguido de Roger Federer (7505) e do britânico Andy Murray (6290).

O português João Sousa, que tem como melhor classificação o 28º lugar, em maio de 2016, continua em queda, e desceu seis posições, até ao 63º lugar. O tenista de Guimarães tinha sido eliminado, na última semana, na primeira ronda de Tóquio.

Ainda assim, João Sousa está acima dos restantes portugueses, com Pedro Sousa em 113º (descida de quatro lugares), Gastão Elias em 128º - com uma subida de 18 lugares, fruto da vitória no challenger de Campinas -, e João Domingues em 182º.

Gonçalo Oliveira, que chegou às meias-finais de Campinas, conseguiu a sua melhor classificação de sempre, ocupando agora a 214ª posição, depois de subir 13 lugares.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon