Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Reaberto Museu Nacional Etnográfico da Guiné-Bissau

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/09/2017 Administrator

As autoridades guineenses reabriram hoje, em Bissau, o Museu Nacional Etnográfico da Guiné-Bissau com uma exposição sobre o museu desaparecido durante a guerra civil, entre 1998 e 1999, e um colóquio.

"A exposição fala sobre a história da existência do Museu Nacional Etnográfico, que há tanto tempo deixou de existir", afirmou o diretor-geral do museu, Albano Mendes.

A reabertura do museu foi apoiada pela embaixada de Portugal e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, Fundação Calouste Gulbenkian, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa e o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

Segundo um comunicado divulgado à imprensa pela cooperação portuguesa, o colóquio teve como objetivo revelar a "importância patrimonial do museu e do seu contributo para a identidade cultural do país" e contou com a presença do antropólogo Ramon Sarró, que digitalizou do arquivo cerca de 400 provas fotográficas para reconstituir a história do museu, criado em 1986.

"Na exposição as pessoas podem ver tudo aquilo que fizemos para retratar a história através de provas de contacto e o retrato da história do museu", explicou Albano Mendes.

A exposição, que pode ser visitada até ao final do mês, integra fotografias e contextualização etnográfica dos objetos, alguns desaparecidos durante a guerra, bem como a coleção que sobrou e novas aquisições.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon