Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

REPORTAGEM: Espanha/Ataques: Mosaico de Miró transforma-se em memorial às vítimas

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/08/2017 Administrator

O mosaico de Joan Miró, onde na quinta-feira terminou o atentado que matou 13 pessoas em Barcelona, converteu-se hoje num memorial em homenagem às vítimas, com velas, peluches e flores e dezenas de pessoas em seu redor.

"Não tereis o meu ódio" é uma das mensagens deixadas hoje aos terroristas no preciso local onde a furgoneta que percorreu metade da Rambla acabou por se imobilizar, depois de atropelar mortalmente 13 pessoas e de deixar quase 100 pessoas feridas.

Rodeado por dezenas de jornalistas, turistas e residentes, o memorial começou a surgir ao início da manhã e pelas 11:00 locais já ocupava uma área considerável.

Com lágrimas nos olhos, uma turista italiana colocava um urso de peluche no meio de dezenas de velas, outros peluches e bandeiras de Espanha.

"Estas coisas não devem acontecer. Uma criança não deve morrer assim, ninguém deve morrer assim", dizia à Lusa, emocionada.

As brasileiras Sílvia e Márcia, de São Paulo, regressaram hoje a Barcelona num cruzeiro e fizeram questão de passar no centro das Ramblas a caminho do hotel, ainda a arrastar as grandes malas, para fazer uma oração junto ao memorial.

A meio da manhã, um catalão que se diz "cidadão do mundo" cantou o ?Imagine' de John Lennon, e terminou com acusações a Aznar, Blair e Bush e gritos de "assassinos".

"Tocou-me pessoalmente. É terrível onde quer que seja, mas onde viver é pior", afirmou Francesc Muñoz.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon