Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Republicanos querem cortar orçamento da agência de defesa do ambiente

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/07/2017 Administrator

Os republicanos da Câmara dos Representantes dos EUA querem cortar 528 milhões de dólares (463 milhões de euros) no orçamento para 2018 da Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês).

A proposta orçamental foi divulgada na noite de terça-feira e durante o dia de hoje várias organizações de defesa do ambiente protestaram contra aquela intenção.

"Esse corte de 528 milhões de dólares à EPA significa maior contaminação, o que provoca que as pessoas adoeçam", considerou, em comunicado, o grupo Chispa, uma organização ecologista que pertence à Liga de Votantes pela Conservação (LCV, na sigla em inglês).

Os 528 milhões de dólares representam um corte de 6,5% em relação ao orçamento atual da EPA.

Conforme as promessas eleitorais, Donald Trump nomeou Scott Pruitt, que duvida das alterações climáticas, como diretor da EPA, que entre as suas funções tem a de estudar as alterações climáticas.

As organizações ecologistas, como a Chispa, estão preocupadas com as medidas de Trump contra a proteção do ambiente e consideram que os hispânicos são dos mais prejudicados, uma vez que vivem em zonas mais contaminadas e sofrem asma em maior proporção que os restantes grupos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon