Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Restantes membros Governo timorense só depois de conhecidos relatórios setoriais-Primeiro-ministro

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/09/2017 Administrator

Os restantes membros do VII Governo timorense só vão ser empossados nas próximas semanas depois de a chefia do Governo conhecer relatórios setoriais em áreas como infraestruturas e justiça, afirmou hoje o primeiro-ministro timorense.

"Hoje foram empossados simplesmente doze membros. Alguns dos empossados, incluindo eu, irão, temporariamente, e a curto prazo acumular outras funções vitais", disse Mari Alkatiri, no discurso de posse.

"Irei começar na próxima semana a ouvir apresentações de relatórios de todos os setores de governação. Como exemplo, apresento a questão das infraestruturas. Nenhum titular foi ainda nomeado. Prefiro conhecer ainda com maior profundidade o que existe", afirmou.

Alkatiri pediu a colaboração dos responsáveis do VI Governo nestas pastas, e reafirmou que o Governo vai continuar a reforçar as forças de segurança, procurando melhorar as condições de trabalho em todos os setores.

"Falando da soberania, quero, em nome do Governo, reafirmar o apoio total à nossa equipa negocial das fronteiras marítimas e terrestres de Timor-Leste. Xanana Gusmão e a equipa que chefia terá sempre reconhecimento formal, legitimação e apoio deste Governo, na nobre missão de negociar em nome do Estado de Timor-Leste as nossas fronteiras marítimas e terrestres com os nossos vizinhos", declarou.

O chefe do Governo garantiu que o executivo se "pautará sempre pela busca permanente de inclusão de todas as forças representativas do povo no Parlamento Nacional na elaboração e adoção de politicas e de atos estruturantes de Estado e de interesse" para Timor-Leste.

Ao mesmo tempo, o Governo timorense vai procurar "ampliar a participação de todos, interagir com todas as forças vivas da sociedade, definir formas de colaboração e de apoio mútuos entre o Estado, a Igreja Católica e todas as outras confissões religiosas".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon