Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Revogada sentença que condenou Sporting a pagar 892.000 euros a empresário de Labyad

Logótipo de LusaLusa 12/04/2017 José Duarte Neves
TIAGO PETINGA/LUSA © LUSA / TIAGO PETINGA TIAGO PETINGA/LUSA

Redação, 12 abr (Lusa) - O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) revogou a sentença que obrigava o Sporting a pagar cerca de 892.000 mil euros a Jorge Pires, pela sua intervenção como intermediário no negócio da contratação do futebolista Zakaria Labyad.

No acórdão, a que a agência Lusa teve hoje acesso, o TRL julgou improcedente a ação intentada pelo empresário Jorge Pires, por não provada, absolvendo o Sporting do pedido em que tinha sido condenado.

O acórdão, datado de 16 de março, refere que o contrato entre o empresário e o Sporting é "juridicamente inexistente", pelo facto de Jorge Pires não se encontrar registado, à data dos factos, como agente de jogadores na Federação Portuguesa de Futebol.

O empresário reclamava o pagamento de um milhão de euros, correspondendo a 10% do valor do negócio, relativo a serviços de intermediação.

Labyad, de 24 anos, chegou ao Sporting na temporada 2012/2013, proveniente dos holandeses do PSV Eindhoven, tendo assinado um contrato de cinco épocas.

O médio marroquino chegou a alinhar pela equipa principal na primeira temporada, em 27 jogos, tendo apontado três golos.

No entanto, o jogador nunca se conseguiu afirmar no clube e foi emprestado aos holandeses do Vitesse, durante duas épocas, e aos ingleses do Fulham, durante uma temporada.

Em 2016, os ‘leões’ anunciaram a rescisão com o jogador.

JYDN // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon