Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Revoltado, Bryan Ruiz recusa ser proscrito pelo Sporting

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/08/2017 Alcides Freire
© Fornecido por O jogo

Revolta pela forma como tem sido tratado, agravada pelo episódio da retirada da camisola 10 sem prévio aviso, está a marcar o relacionamento com a SAD, depois da dispensa por parte de Jorge Jesus

As relações entre Bryan Ruiz e os dirigentes leoninos estão cada vez mais deterioradas, com o antigo camisola 10 a recusar, sabe O JOGO, regressar à Academia para se treinar à margem do plantel principal. De acordo com informações recolhidas pelo nosso jornal, sabendo que o plano imediato será o de trabalhar à margem do elenco comandado por Jorge Jesus, depois da dispensa do técnico, Bryan Ruiz deixou claro à estrutura do futebol profissional que não está disposto a apresentar-se na próxima segunda-feira em Alcochete nas condições que já foram sugeridas a outros ativos do clube que a SAD pretende colocar até ao fecho da presente janela de transferências.

Estaria previsto que o internacional costa-riquenho - que defendeu as cores da sua seleção, envergando a braçadeira de capitão, na última edição da Gold Cup - se apresentasse na segunda-feira, no entanto Bryan Ruiz já fez saber que, até ao momento, não faz tenção de comparecer, isto enquanto a SAD procura, através de diversos intermediários, uma colocação que permita encaixar um valor adicional para a sociedade. Bryan Ruiz, que chegou a ser colocado no lote de cinco capitães de equipa, está devidamente informado da situação de alguns dos antigos colegas de plantel que foram dispensados e não pretende uma experiência semelhante na Academia. Em causa, apurou O JOGO, está o facto de Marvin, Schelotto, Douglas, Heldon, Slavchev, Rosell e Castaignos (ver peça à parte) estarem a treinar-se à parte na Academia, insatisfeitos pela forma como tem sido conduzido os respetivos processos de saída do clube. É que os jogadores em causa trabalham com um preparador físico durante a parte da tarde, quando a equipa profissional treina na parte da manhã, evitando qualquer contacto com os elementos que integram o elenco de Jorge Jesus. Este cenário não é admitido por Bryan Ruiz, que se recusa a ter o tratamento reservado aos proscritos, ainda que tenha a plena consciência do destino que lhe está traçado no que à continuidade no Sporting diz respeito.

O jogador de 31 anos entrou em conflito com Jorge Jesus e este dispensou-o quando ainda possui mais um ano de contrato. Também o episódio da retirada da camisola 10, entregue a Alan Ruiz sem que o costa-riquenho fosse informado, deixou marcas no atleta, que entende ter sido desrespeitado pelos dirigentes leoninos. Bryan Ruiz chegou a Alvalade em julho de 2015, proveniente do Fulham, tendo a SAD liderada por Bruno de Carvalho desembolsado cerca de 1,2 milhões de euros, chegando mesmo a ser considerada a renovação do contrato durante a última temporada.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon