Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rex Tillerson manifesta "preocupação" com rohingyas ao chefe do exército birmanês

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/10/2017 Administrator

O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, pediu na quinta-feira ao chefe do exército birmanês para ajudar a acabar com a violência contra os membros da minoria muçulmana dos rohingyas, afirmou a porta-voz do Departamento de Estado.

Durante uma conversa telefónica com o general birmanês Min Aung Hlaing, o chefe da diplomacia norte-americana, Rex Tillerson, expressou a sua "preocupação em relação à crise humanitária em curso e às atrocidades reportadas no estado de Rakhine", uma região devastada pela violência que forçou milhares de rohingyas a fugir para o vizinho Bangladesh, indica o comunicado de Heather Nauert.

De acordo com dados das Nações Unidas, mais de 580 mil muçulmanos rohingyas fugiram da Birmânia desde 25 de agosto para o vizinho Bangladesh.

Esta crise começou quando milícias rohingyas se rebelaram, denunciando os maus-tratos sofridos pela minoria na Birmânia, e atacaram esquadras da polícia no final de agosto, resultando numa severa repressão por parte do exército birmanês.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon